Ambientes Externos

Qual o melhor revestimento para indústrias?

O revestimento industrial possui muitas particularidades e exigências técnicas, devido as condições que está exposto. Por isso, a escolha certa do revestimento é muito importante, podendo melhorar a funcionalidade do ambiente e reduzir custos com manutenção.

No artigo desta semana, você vai aprender como especificar corretamente pisos para indústrias, de acordo com a necessidade do local.

Boa leitura!

Sabemos que em indústrias, o revestimento deve ter alta resistência mecânica, já que altas cargas e tráfegos desgastam o piso com o tempo. Opte sempre por revestimentos cerâmicos, por suportar as mais severas condições, ter variedade de espessuras e a durabilidade ser maior, quando comparada a outros tipos de revestimentos.

Para um melhor desempenho do revestimento, recomendamos um sistema industrial composto por 4 componentes principais, que garantem a estabilidade, a durabilidade e a alta performance do piso:

  •  Cerâmica extrudada com garras cônicas
  • Peças especiais para acabamentos perfeitos
  • Argamassa anticorrosiva
  • Rejunte anticorrosivo e produtos de limpeza específicos

É fundamental trabalhar com uma equipe de instalação habilitada para assentamento e rejuntamento cerâmico, com a qualificação e as competências exigíveis pela NBR 15825:2010. É preciso que haja também um engenheiro civil ou responsável técnico, ciente de suas responsabilidades e conhecedor das normas técnicas vigentes, às quais deve sempre respeitar.

Muitas vezes, na área industrial, é necessário que as equipes tenham treinamento específico para trabalhar com os produtos que serão usados na instalação do revestimento cerâmico.

Mas afinal, como não errar na escolha?

No segmento industrial é muito importante determinar o correto uso de placas e agregados na hora do planejamento da obra. Para facilitar, algumas perguntas devem ser feitas, tais como:

  • O que será produzido?
  • Como será realizada a limpeza e manutenção?
  • Existe manipulação de agentes químicos? Quais suas concentrações?
  • Qual a temperatura transportada para o piso?
  • Existe tráfego de empilhadeiras ou carrinhos? Se sim, qual a carga?
  • Qual o peso dos maquinários a serem instalados sob o piso?

Com essas perguntas respondidas, você saberá exatamente a necessidade que o revestimento precisa, sendo argamassas industriais, rejuntes anticorrosivos, rodapés para eliminar cantos vivos e qual a espessura necessária. As cerâmicas Gail atendem a recomendação de vida útil mínima de 13 anos desde que fixadas e especificadas corretamente, ou seja, atendendo às normas técnicas vigentes.

Abaixo, veja alguns segmentos industriais e recomendações para um bom desempenho do revestimento.

  • Alimentícia:

As indústrias de alimentos devem seguir as normas exigidas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), como cores claras. O piso deve ser de fácil limpeza e de alta resistência, por estar em contato direto com agentes agressores (como óleo e sangue.)

  • Bebidas:

Normalmente, esses empreendimentos estão constantemente expostos à umidade. Por isso, deve-se avaliar o material mais indicados para a impermeabilização do piso.

  • Químicas | Farmacêuticas:

Características como fácil limpeza, resistência mecânica e química, são indispensáveis para suportar os agentes químicos que podem corroer o revestimento.

Lembre-se de escolher fornecedores certificados que comprovem a qualidade do material. A preocupação com todos os detalhes técnicos e com a qualidade dos materiais utilizados para acabamento na área de produção das indústrias é fator que move e inspira a área de desenvolvimento de produtos Gail. Para cada variável e tipo de indústria existe um sistema apropriado. A etapa de projeto é fundamental para que a obra tenha um bom desempenho ao longo de toda a sua vida útil. A Gail conta com equipe especializada para dar apoio do início ao fim do seu projeto.

Escolha a original, escolha a Gail.

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.